Qual a importância e como definir o público-alvo do meu negócio?

Conhecer seu público-alvo é indispensável para o sucesso de qualquer negócio. Afinal, apenas compreendendo bem o perfil do seu cliente você será capaz de estabelecer uma comunicação eficiente, definir um planejamento estratégico e desenvolver produtos e serviços para atender às suas necessidades específicas.

Uma forma de se aproximar do seu consumidor para entender melhor seu perfil é analisando seus problemas, dúvidas e anseios. Dessa forma, você poderá abordá-lo exatamente no cerne da questão, mostrando como seus produtos ou serviços são a melhor opção para a sua necessidade.

Nesse sentido, através de uma análise da segmentação de mercado pela qual a sua empresa está voltada, você poderá definir o seu público-alvo e o seu planejamento estratégico de maneira muito mais assertiva.

Nesse contexto, a construção de uma Buyer Persona é fundamental para conhecer a fundo o público-alvo da sua empresa. Não sabe por onde começar?

Continue a leitura  que mostraremos tudo o que você precisa saber sobre esse assunto!

Persona X Público-alvo

A definição de público-alvo de uma empresa pode acontecer a partir da análise de grupo de pessoas com características em comum, que podem ser idade, gênero, profissão, entre outros fatores mais gerais. A persona, por sua vez, é a representação do cliente ideal da sua empresa, construída de forma humanizada e personalizada para o seu negócio.

Portanto, enquanto a definição de público-alvo se preocupa com as características gerais de seu cliente, a definição de persona busca compreender um pouco mais a fundo seus problemas, dúvidas e objetivos, educando-o até que ele esteja pronto para adquirir os seus produtos.

Com o público-alvo e a persona de sua empresa bem definidos, sua empresa terá mais sucesso na promoção de seu negócio e na formação do planejamento estratégico para as análises de resultados.

Por que definir um público-alvo?

Definir o público-alvo é fundamental para mapear e direcionar as melhores estratégias, campanhas e ações de marketing. Com isso, você atinge a pessoa certa, na hora certa, impactando o público que realmente fará a diferença para o seu negócio

Vamos a um exemplo prático: Imagine que uma empresa de produtos e serviços personalizados para pets irá lançar uma campanha de divulgação de um novo serviço estético. Qualquer pessoa que tenha um animal de estimação é público da marca, certo? Errado! 

É só pensar na própria relação humano-animal: apesar da tendência de enxergar os pets como filhos estar crescendo, não é todo dono de pet que consegue se relacionar desta maneira, certo? Logo, será que faz sentido impactar todo dono com o anúncio da marca? 

Só com essa informação é possível observar que não dá para colocar todos os donos de pets em um mesmo bolo para ofertar o serviço. Mas, podemos ir ainda mais longe e buscar responder essas questões: 

  • Que tipos de produtos/serviços os donos compram e com qual frequência? 
  • O quanto eles gastam com seus pets por mês ou ano?
  • Em que loja ou e-commerce estão acostumados a comprar?
  • Quanto eles estariam dispostos a pagar pelo serviço que quero ofertar? 
  • O que eles esperam de um novo serviço para os seus pets? 
  • Que fatores influenciam positivamente e negativamente na decisão de compra? 

Essas perguntas servem para filtrar e encontrar o perfil do público-alvo correto para a sua empresa

É por isso que grandes marcas fazem uma boa pesquisa de mercado, assim, além de checarem a aceitação de determinado grupo sobre o lançamento de produtos e serviços, a pesquisa ajuda a detalhar melhor os aspectos do público-alvo – mas fique tranquilo, neste artigo ensinamos como você pode definir seu público-alvo. 

Vantagens de definir o público-alvo

Definir o público-alvo é crucial para o crescimento do seu negócio. Apesar de não ser uma tarefa simples e envolver bastante pesquisa e um entendimento aprofundado do público, vale a pena investir nisso. 

Nós já demos alguns spoilers dos benefícios em mapear seu público, mas para não restar dúvidas, confira algumas outras vantagens:

Aumentar as vendas

Ao ter um público-alvo bem desenhado, você consegue otimizar seus processos de conversão, já que as estratégias estarão alinhadas com o que seu público quer e precisa. 

Com isso, além de evitar o desperdício em investimentos com ações que não conversam com o seu público, o dinheiro investido também será usado de forma muito mais eficiente

Comunicação assertiva

Você já leu um livro ou ouviu uma música e ficou com a sensação de que “falou diretamente com você”?  Esse efeito é possível porque, além de saber contar boas histórias, esses produtores sabem para quem são suas criações e usam detalhes para provar isso – como comportamentos e manias que só quem passa por isso sabe. 

Com base nos gostos e particularidades do seu público, você fará comunicações diretamente para eles. Exemplos não faltam no mercado: Netflix, Nubank e Airbnb são alguns modelos redondinhos de como o conhecimento do público-alvo ajuda a construir uma comunicação de sucesso.

Quer outro exemplo? O Grupo Boticário afirmou que até 2024 irá remover completamente os termos “perfeito” e “normal” de seus produtos e propagandas, por entender que as palavras incentivam a busca pelo padrão inalcançável de beleza.  

Entendendo que seu público são mulheres reais, com suas singularidades e pluralidade de pele e de corpos, faz sentido a marca usar a estratégia – o que pode tanto servir para fidelizar as mulheres que já são clientes da empresa, como também para atrair potenciais consumidoras que se identificam com esses valores. 

Desenvolver estratégias mais eficientes

Sabendo onde seu público-alvo está, a linguagem que ele usa e seus principais interesses, fica muito mais fácil desenhar estratégias mais eficientes, afinal, suas ações serão orientadas com base no seu público.

Isso significa que a sua mensagem chegará no momento certo, para a pessoa certa e mais do que isso, irá impactá-la da maneira correta!

Aprimorar oferta de produtos e serviços

Desenvolver ou aprimorar produtos e serviços é uma etapa bem mais segura quando se tem um público-alvo bem definido. Isso porque, como dissemos antes, ao ter um entendimento profundo das expectativas e necessidades do seu público, fica fluido traçar estratégias personalizadas para eles. 

Definir um público-alvo traz inúmeras vantagens para o seu negócio, além de contribuir para melhorar sua vantagem competitiva.

Como definir o público-alvo da minha empresa?

Para que você defina com clareza o seu público-alvo e, dessa forma, atinja certeiramente a segmentação de mercado pela qual a sua empresa está voltada, nós selecionamos as principais dicas para te ajudar nesse processo. Vamos lá?

1. Faça perguntas aos seus clientes atuais

Uma excelente maneira de conhecer o público-alvo da sua empresa é fazendo perguntas para os seus atuais clientes para compreender melhor o seu comportamento.

Ao questionar os seus reais clientes, você reduz as chances de errar na definição de público-alvo — afinal, as informações não serão baseadas em suposições, mas em dados reais.

Entre as perguntas que você pode realizar para conhecer o seu público-alvo, podemos destacar:

  • Quais são os objetivos que você quer alcançar?
  • Quais problemas impedem você de conquistar este objetivo?
  • Quais são suas principais fontes de informação?
  • Quais as expectativas sobre o meu produto e serviço?

Respondendo a essas perguntas, você terá uma noção exata de quem é e o que espera o público-alvo da sua empresa.

2. Use dados das pesquisas de segmentação de mercado realizadas

Outra forma de conhecer o público-alvo da sua empresa é usando pesquisas já realizadas sobre a segmentação de mercado que você deseja atuar. 

Nessas pesquisas, você poderá obter informações que dificilmente teria acesso apenas questionando os seus clientes. Esses dados poderão ser muito úteis para a criação de conteúdo, desenvolvimento de novos produtos e para o aumento no número de vendas.

Pesquisas de segmentação de mercado já realizadas podem ser encontradas em revistas especializadas do setor, em materiais de divulgação de parceiros de negócio ou até mesmo com seus concorrentes.

3. Entenda quais são os pré-requisitos para ser seu cliente 

Independentemente do produto ou serviço que você comercializa, é natural que o seu cliente possua alguns pré-requisitos para aproveitar de todos os benefícios que você oferece na segmentação de mercado que atua.

Esses pré-requisitos podem ser vários, como o conhecimento de tecnologia para o uso do produto, a posse de certos equipamentos indispensáveis para o uso do produto ou até mesmo a necessidade de uma infra-estrutura básica.

Com essas informações, você entenderá diversas características importantes do seu público-alvo  sem precisar fazer qualquer tipo de pesquisa — o que ajudará muito na definição de suas estratégias.

4. Documente todas as informações de seu público-alvo

Tão importante quanto conhecer o público-alvo da sua empresa é garantir que nenhuma das informações que você coletou se perca — o que demandaria novas pesquisas no futuro e, consequentemente, mais custos.

A melhor maneira de fazer isso é criando um documento para registrar todas as informações do seu público-alvo. Além de organizar os dados, garantindo que tudo seja usado em suas estratégias, esse processo permitirá que outros membros da sua empresa também acessem as informações com eficiência.

Mesclando as informações gerais do público-alvo e as informações específicas da sua persona, você ajudará todo o seu time de marketing e vendas a entender melhor o seu cliente, sua segmentação de mercado e, assim, vender mais!

Fonte: Vinicius de Andrade / Raccon